terça-feira, 10 de junho de 2014

Jesus influenciava.



João o mais admirável dos escritores bíblicos, inicia sua narrativa de caráter único com um termo um quanto tanto curioso, quando aplicado a Jesus: No principio era o logos...[1] Se alguém quer ter uma boa dor de cabeça, tente definir este termo, em meio às milhares de interpretações sobre tal afirmação acerca de Jesus dada por João.
Fico pensando no ar que respiro, no céu e sua beleza contagiante, com astros sem igual, na diversidade sempre nova da natureza, nas histórias que sempre ouvi do meu avô de seus desbravamentos nos rios amazônicos, lugar impar que esconde muitas belezas. Para mim, é como João tenta resumir todas essas belezas criadas por Jesus, a grande força motora e criadora do mundo. Aquele que dá a vida. Segundo o filósofo Aristóteles definindo o logos, mas aplicado a Jesus por João.
Na minha infância sempre tive amiguinhos que passaram a ser referências em minha vida artística, intelectual e religiosa. Lembro como se fosse hoje como desejei aprender a interpretar o mundo através dos traços rebuscados do carvão de um lápis de desenho, na escola meu colega ao lado sempre desenhava todos os professores, isso para mim era algo impossível, eu era incapaz de fazer um circulo parecer um circulo, mas esta incapacidade foi minha mola propulsora, o motor para que eu inicia-se minha vida com o desenho.
João descobriu o amor realmente verdadeiro em Jesus, que desenhava nas vidas das outras pessoas a esperança quando ninguém acreditava nelas[2]. O amor quando o mundo as discriminava e tratava com desprezo. Jesus foi o maior referencial para João as pegadas de Jesus foram observadas por ele e seu apelo em cada capitula de seu livro é creiam em Jesus e sigam seus passos.
Ser igual a Jesus implica sermos a luz para este mundo em trevas, dar vida aos sem esperança e proclamá-lo em meio as dificuldades da vida. Quem anda de bicicleta não pode parar de pedalar, senão ela para e ele terá problemas para chegar ao seu destino.
O logos é aquele que pedala ou que move a bicicleta ou a vida de todos nós.
De forma bem prática precisamos aprender a ajudar a realizar sonhos, olhar para pessoas invisíveis, abraçar os abandonados, dar presentes, elogiar, dar a vida se necessário. Isso é o início de uma grande jornada seguindo os passos de Jesus.

Perguntas para reflexão: você está mais preocupado com a opinião das pessoas ou a de Deus? Seu testemunho tem revelado Jesus ou suas próprias capacidades? Quem sua família diz que é você? No seu trabalho as pessoas te procuram para orar por elas? Você tem exalado o doce e agradável perfume de Cristo?



[1] João 1:1-5
[2] João 2,3,3,6,8,9,11

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Deus é amor



Todas as vossas coisas sejam feitas com amor. I Co. 16:14

O amor é o sentimento que nos aproxima de Deus[1]. Pera lá sentimento ou decisão, hoje ouço muitas pessoas falando que o amor é uma decisão, tenho por certo que o é, principalmente quando se trata de casamento, mas será que está verdade se aplica a teologia cotidiana?

Deus nos amou tanto que decidiu tornar-se um ser humano[2], um rascunho de sua própria obra. Ele decidiu nos amar, mesmo quando cada ser humana revela toda sua pobreza, por causa do pecado entranhado em nós[3].

Me pergunto como tenho realizado as coisas de Deus? Como tenho vivido os meus dias? De que forma tenho buscado aquecer meu coração?
Todas as coisas estão sendo feitas com amor?



[1] E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. 1 João 4:16
[2] Filipenses 2:5-11
[3] Como está escrito:Não há um justo, nem um sequer. Romanos 3:10

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Socorro bem presente


Salmo 46:1 DEUS é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.

            Todas as pessoas que eu conheço tem problemas e muitas dificuldades, principalmente por conhecer pessoas com deficiência e eu mesmo ser deficiente, mas como é bom ver que algumas delas sabem para quem pedir socorro, sabem para quem apelar na hora da angustia e solidão.

            Problema é uma coisa muito particular[1], sempre ouvi isso do meu pastor, e realmente é uma grande verdade, cada pessoa tem seu problema e seus problemas parecem ser os piores deste mundo. Mas o legal é que Deus também vê com particularidade cada pessoa, independente do qual de escolaridade, do titulo ou cargo na sociedade, todos nós somos vistos por Deus como únicos, assim como vemos nossos problemas.

            Se você lê este texto pode ter certeza que Ele, Deus está interessado em você e conhece sua dor e entende perfeitamente seu problemas, mas que ser para você também, seu socorro, seu refúgio, sua fortaleza seu Deus.



[1] Paschoal Piragine Jr. Pastor Senior da Primeira Igreja Batista de Curitiba

O efeito devastador do liberalismo ideológico